::Biografia

Caio Mesquita

2006 - “CAIO MESQUITA – JOVEM BRAZILIDADE” Recebe Disco de Platina

2006 - Ele tem apenas 16 anos, lançou o primeiro CD totalmente instrumental e, em apenas 3 meses já vendeu mais de 125mil cópias e recebeu o Disco de Platina

Caio Mesquita

“Caio Mesquita – Jovem Brazilidade” é o nome do CD que marca a estréia de um jovem musicista brasileiro no mercado fonográfico. São 13 clássicos da MPB (música popular brasileira) apresentados com arranjos diferenciados para uma base de saxofone. O primeiro trabalho de Caio faz história no cenário musical brasileiro. Poucos artistas alcançaram tamanha vendagem com um disco onde todas as faixas são instrumentais. São mais de quatro semanas no topo da lista dos CDs mais vendidos do país. “O Caio é uma revelação. É fantástico ver um artista saxofonista fazer sucesso nos dias tão difíceis como hoje”, declara Marcos Maynard, presidente da EMI / Brasil. Caio tem influências como: Kenny G, David Sanborn, Milton Guedes, Léo Gandelman, Jorge Vercilo, entre outros. “Gosto de ouvir tudo. Acredito que a diversidade é que cria a identidade de um músico”, diz Caio Mesquita. Além do sax alto, soprano e tenor, ele toca mais 10 instrumentos: guitarra, baixo, bateria, violão, piano, gaita, flauta transversal, flauta doce, pífaro e teclado.

O COMEÇO

Caio Mesquita

Natural de Santos, Caio Mesquita começou a se interessar pela música aos 5 anos quando ganhou de uma tia um teclado de brinquedo. Depois, começou a ter aulas de piano até os 10 anos. Nessa época, se interessou pelo sax quando ouviu a música “Pense em mim”, interpretada por Leandro e Leonardo. Por coincidência, seu professor de piano era saxofonista e o ensinou a tocar. A partir daí Caio começou a apresentar-se em escolas, festas da cidade e alguns bares. Em uma dessas apresentações, conheceu a ex-caloura Jacqueline Müller que o convidou para um dueto no programa Raul Gil.

PROGRAMA RAUL GIL

Em 2005, ficou conhecido do público brasileiro ao participar do Programa Raul Gil, um tradicional programa de entretenimento da televisão brasileira. O apresentador Raul Gil tem mais de 40 anos de profissão e é reconhecido no país como o responsável pelo lançamento e apoio de muitos músicos brasileiros. Em apenas oito meses no Programa Raul Gil, Caio conquistou muitos fãs e provou que música instrumental pode agradar também a um público mais jovem. Em suas performances, o musicista apresentou canções brasileiras e estrangeiras apenas com base instrumental. Sempre muito aplaudido e elogiado. Desde que lançou o CD, Caio Mesquita tem sido presença constante no Programa Raul Gil. Além de faixas do “Jovem Brazilidade”, o saxofonista interpreta no sax diversos estilos de músicas, durante homenagens a artistas brasileiros.

LUAR MUSIC

Rapidamente o talento de Caio Mesquita foi reconhecido pela Luar Music, uma gravadora que tem o perfil de apresentar novos talentos para o grande público. A empresa escolheu o jovem musicista para lançar o primeiro álbum de música instrumental com o selo Luar Music. “Acreditamos que o carisma e o talento de Caio possam mostrar ao mundo mais uma característica da MPB, a versatilidade. Afinal, o CD apresenta canções brasileiras famosas no mundo inteiro, agora interpretadas por um adolescente muito competente”, afirma o diretor da Luar Music, Raul Gil Júnior.

O CD: JOVEM BRAZILIDADE

O CD “Caio Mesquita – Jovem Brazilidade” reúne sucessos da MPB que variam de “Carinhoso”, um clássico de Pixinguinha da década de 30, à “Abandonada”, conhecida na voz de Fafá de Belém na década de 90. No trabalho há diversas influências musicais como Drum’n Bass, samba, funk, bolero e Bossa Nova. Os novos e modernos arranjos ficaram por conta do Maestro Djalma Wolff, já a direção artística e a produção foram feitas por Gil Jr. Na parte harmônica, foram utilizados violões acústicos, guitarra com overdrives, bem como sintetizadores, proporcionando uma fusão de estilos: Pop com Bossa Nova, Samba com Funk e Drum’n Bass, Boleros e Rock, entre outros. Para isso, foram precisos diversos instrumentos de percussão como: maracás, tamborins, pandeiros, congas, bongôs, cuícas e baterias acústicas e eletrônicas. Na maioria das canções, Caio usa sax alto, mas em três músicas a opção foi pelo sax soprano, que tornaram as músicas mais melódicas, sensíveis e românticas.

Confira alguns detalhes das faixas:

  • Samba de Verão (faixa 1) – uma autêntica bossa nova, essa canção recebeu um arranjo especial e inclusão da guitarra com distorção;

  • Só Nos Resta Viver (faixa 2)– aqui o sax soprano faz uma levada pop, com solo de sintetizadores, numa clara referência ao final dos anos 70;

  • Wave (faixa 3)– clássico da Bossa Nova ganha acordes de guitarra eletrônica com distorção sem perder o estilo original;

  • Lilás (faixa 4) – no melhor estilo anos 80, é um hit bem dançante;

  • Carinhoso (faixa 5)– a bela melodia ganha roupagem leve, apenas o sax alto marcante;

  • Garota de Ipanema (faixa 6) – com guitarra de distorção e sintetizador, a música que marca o Brasil é interpretada por Caio mantendo a base original;

  • Flor de Lis (faixa 7) – um clima absolutamente brasileiro com direito a apito, cuíca e tamborim dão um tom apoteótico para a canção, que inicia com batida funk;

  • Sozinho (faixa 8)– piano, teclado e sax soprano trazem um clima “clean” para a canção;

  • Arrastão (faixa 9) –a moderna drum’n bass empresta sua bateria eletrônica à música que virou referência dos festivais e segue rumo às origens do samba, com direito a violão acústico;

  • Papel Machê (faixa 10)–bolero estilizado com harmonia moderna, traz arranjos leves e bastante percussão latina como bongô, clave e congas;

  • Abandonada (faixa 11)– preserva o estilo que foi consagrado na voz de Fafá de Belém;

  • Sonhos de Um Palhaço (faixa 12)– das antigas bandinhas de circo vem a influência para o início dessa faixa, que se desenrola num tom intimista, como pede originalmente a música;

  • Lonas Azuis (faixa 13)– estrutura diferente da original, tem harmonia complexa com instrumentação bem pop.

  • "Caio Mesquita com sua juventude e seu grande talento resgata a valorização do músico brasileiro no mercado fonográfico. Espero que o público continue apoiando não só o Caio Mesquita como todos os outros músicos que virão depois deste grande sucesso da música instrumental". Raul Gil

    CAIO MESQUITA

    Saxophonist

    Born in Santos, SP Brazil, Caio Mesquita is a 16 years-old saxophonist virtuoso who also plays 12 other musical instruments including percussion.  He has his roots in Bossa -Nova and Brazilian Jazz.  

    Since discovered by the popular Brazilian talent television program Raul Gil on Bandeirantes Television Network in 2006, Caio has toured different States in Brazil and recorded two cd´s : Caio Mesquita `´ Jovem Brasilidade ´´ with 300,000 copies sold in the first 6 months, and the Christmas recording `´Natal´´ with 50,000 sold in the first 30 days.  

    A dvd was produced and distributed from a live show performance in São Paulo´s Citibank Hall in October 2006, with the special participation of Ivan Lins .

    CAIO MESQUITA

    Jovem Brazilidade

    13 faixas; direção artística de Gil Jr; produção de Maestro Djalma Wolff

    CONTATOS PARA SHOWS

    013-91087602

    013-38779006

    Caio Mesquita
    Agência Grifemídia By Grifemídia